10 maiores explosões ocorridas na Terra e no Universo de forma natural ou provocadas pelo homem

Conheça as maiores explosões que já ocorreram. Seja no espaço ou na Terra, estes eventos provocam verdadeiro fascínio sobre as pessoas, seja por seu poder destrutivo ou pelo colossal poder.

10º – FOAB (pai de todas as bombas)

Essa bomba provoca a maior explosão conhecida por uma arma de origem não-nuclear. Apelidada de “pai de todas as bombas”, este artefato russo consegue produzir explosão equivalente a 44 toneladas de TNT, com poder destrutivo próximo das bombas nucleares. A “vantagem” do uso deste tipo de bomba é o fato dela não gerar nenhum tipo de radioatividade. Essa bomba foi desenvolvida na época da corrida armamentista dos Estados Unidos contra a antiga União Soviética.

Os americanos criaram primeiro a MOAB (mãe de todas as bombas), com poder equivalente de explosão a 11 toneladas de TNT. Os russos correram e fabricaram a FOAB (pai de todas as bombas) para provocar os americanos, exibindo uma arma com poder destrutivo quase 4 vezes maior. Os Estados Unidos garantiram na época que tudo não passava de truque publicitário para provocar intimidação, acusando a Rússia de exagerar e forjar provas nos testes com a nova bomba para mostrar ao mundo que eram superiores aos americanos.

9º – A Escala Menor

A Escala Menor foi um tipo de teste militar realizado pelos Estados Unidos no dia 27 de junho de 1985. Os americanos, encabeçados pela Agência Nacional de Defesa Nuclear, explodiram quase 5 mil toneladas de óleo combustível com nitrato de amônio, para compreender os efeitos de uma explosão nuclear. Eles queriam observar se as explosões, mesmo em escalas menores, produziriam algum efeito de interferência na comunicação.

Outro objetivo era identificar se existia a possibilidade de danificar alguns dispositivos de hardware. Na foto é possível observar um Phantom F 4 (caça aéreo) que foi utilizado como parte do teste. Existe uma “briga” entre os Estados Unidos e Inglaterra se este evento foi ou não a maior explosão convencional já realizada. O livro dos recordes mundiais classifica a Inglaterra como detentora do título com uma explosão que utilizou 6.700 toneladas de arsenal que teria sobrado da Segunda Guerra. Apesar da Inglaterra ter utilizado maior quantidade de explosivos, os Estados Unidos ficaram registrados como maior explosão convencional pela força de impacto ter superado as explosões realizadas pelos britânicos.

8º – O Evento de Tunguska

No dia 30 de junho de 1908, existiu uma grande explosão no rio Tunguska, na cidade de Podkamennaya, Rússia. O impacto provocado foi de aproximadamente 15 megatoneladas (megatons) de TNT, o que equivale a mil vezes o rendimento provocado pela bomba atômica que assolou a cidade de Hiroshima, no Japão.

Cientistas do mundo todo comentaram durante décadas sobre o assunto, e muitos não acreditavam que a Rússia pudesse na época produzir uma bomba tão destrutiva. Teorias de Conspiração à parte, estudiosos na época cogitaram que a explosão poderia ter sido provocada por um meteoróide (fragmentos de corpos celestes que vagam pelo espaço) que supostamente teria se chocado com aquela região. O fato é que nenhuma cratera foi encontrada, existindo apenas uma área de 2,150 km quadrados com árvores completamente caídas, formando uma imensa clareira.

7º – Bomba Tsar

Essa bomba foi produzida pela ex União Soviética. Trata-se de uma bomba de hidrogênio testada no dia 30 de outubro de 1961. Seu poder destruidor é de aproximadamente 57 megatons, sendo considerada a maior explosão feita pelo homem até hoje. Os russos a projetaram inicialmente para alcançar o poder de 100 megatons, mas os técnicos na época temeram que o impacto fosse maior do que eles pudessem imaginar, provocando sérios danos nos países vizinhos, então resolveram diminuir seu poder destrutivo.

O poder dessa bomba foi inacreditavelmente grande. Apesar do teste ter sido realizado em uma região completamente isolada ao norte da Rússia, na cadeia de ilhas Novaya Zemlya, conseguiu provocar danos em uma cidade a 55 km de distância, deixando a região completamente nivelada, derrubando casas e árvores. O impacto foi tão colossal que provocou danos em edifícios na Noruega e Finlândia! A nuvem de cogumelo formada alcançou 64 km de altura, provocando uma onda de choque que foi sentida por diversos países.

6º – Erupção do Monte Tambora

O Monte Tambora, localizado na cidade de Sambawa, Indonésia, entrou em erupção no dia 05 de abril de 1815 provocando a mais destrutiva explosão já vista pelo homem nos tempos históricos. O impacto alcançou o equivalente a 800 megatons de TNT, sendo 14 vezes mais potente que a bomba de hidrogênio do 7º item. A explosão foi ouvida da Ilha de Sumatra, localizada a 2.600 km de distância. O vulcão criou uma coluna de cinzas com 43 km de altura, despejando cinzas por boa parte do globo terrestre.

As cinzas bloquearam os raios do Sol, fazendo do ano de 1816 o segundo ano mais frio da história. Ocorreram grandes quebras de safras e milhões de pessoas passaram fome na Europa e América do Norte. Estimativas dizem que 10 mil pessoas morreram instantaneamente e 70 mil morreram em decorrência das mudanças climáticas.

5º – A extinção dos dinossauros

Ocorrida há 65 milhões de anos, este evento do Cretáceo-Terciário provocou a extinção de milhares de organismos, em especial os famosos dinossauros. Os cientistas imaginam que esta explosão ocorreu por um impacto de um meteoro, que teria caído na Península de Yucatán, México, chamada de cratera de Chicxulub. O impacto é calculado em 95 teratons, isso é o equivalente a 1 milhão e 700 mil bombas de hidrogênio fabricada pelos russos.

Isso faz desta explosão, a maior de todas já ocorrida na Terra. Mesmo que nenhum humano tenha presenciado, existem provas geológicas suficientes que embasam as teorias.

4º – GRB 080319B (Raios Gama)

Trata-se de explosões de raios gama, conhecidas por serem as maiores do universo. O que causa uma explosão deste tipo ainda não é totalmente explicado pelos astrônomos, embora eles afirmem que todo o processo está ligado a formação de supernovas extremamente grandes. As explosões de raios gama duram no máximo 40 segundos.

No dia 19 de março de 2008, uma explosão chamada de GRB 080319B, foi tão colossal que era possível observá-la a olho nu. O fato aconteceu em uma distância de aproximadamente 7,5 bilhões de anos-luz. O impacto da explosão é calculado pelos astrônomos de uma forma inusitada. Segundos eles, o impacto gerado seria o mesmo se fosse possível pegar 10 mil estrelas como o nosso Sol e detonar tudo em uma única vez!

3º – SN200gy (supernova)

No dia 16 de setembro de 2006, astrônomos descobriram a maior supernova do universo, chamada de SN2006gy. Uma supernova ocorre quando todo o combustível de uma estrela acaba e ela colapsa contra si mesma, explodindo violentamente. A explosão em questão ocorreu a 230 milhões de anos-luz, em uma estrela 150 vezes mais pesada que o nosso Sol. A energia liberada foi de centenas de milhões de megatons. Para que você compreenda, isso significa que esta explosão se igualou a quantidade de energia liberada, por um minuto, por todas as estrelas do Superaglomerado de Galáxias de Virgem.

Segundo as teorias, quando mega estrelas como essa explodem, ainda existe um pouco de combustível em seu interior, o que permite que ela colapse contra si mesmo após a explosão. Este combustível restante pode continuar existindo durante o colapso até chegar ao volume zero, o que daria origem a um buraco negro.

2º – GRB 0800916C

O universo é um local estranho, inacreditavelmente grande e cheio de mistérios difíceis para a mente humana compreender. A explosão mais colossal já presenciada pelo homem ocorreu 12,2 bilhões de anos-luz de distância. Um ano-luz equivale a 9,5 trilhões de km. Isso significa que a explosão ocorreu a 115.900.000.000.000.000.000.000 km de distância do nosso planeta, e mesmo assim fomos capazes de visualizá-la.

Essa explosão de raios gama durou 23 minutos, uma quantidade de tempo extremamente grande, liberando energia superior a soma de boa parte da energia da maioria dos aglomerados de galáxias. Para que você compreenda, isso equivale ao mesmo que explodir 1 trilhão de bombas de hidrogênio fabricada pelos russos, por segundo, durante 110 bilhões de anos.

1º – O Big Bang


Como não existia nada, absolutamente nada (segundo os teóricos) antes dele, pode-se afirmar que tudo o que existe ainda é o Big Bang, e como o universo ainda está em expansão, podemos afirmar que o Big Bang ainda está ocorrendo. Um grande equívoco sobre o Big Bang é pensar que ele explica como o universo começou. Na verdade ele só explica como o espaço se expandiu segundos depois que o universo começou.O campeão das maiores explosões do mundo certamente é o Big Bang. Nada que existe no universo foi maior que ele. Na verdade, o Big Bang não foi propriamente uma explosão, pois este termo é usado quando a matéria se move através do espaço, de um ponto de alta pressão para um ponto de baixa pressão, fazendo isso em uma grande velocidade.

Segundo os cosmólogos, ele ocorreu há 13,9 bilhões de anos, através da explosão de um átomo inacreditavelmente denso. A densidade deste átomo era tão grande, que fica impossível com palavras expressar a grandiosidade do evento.

Fonte: Jornal da Ciência

Anúncios

One thought on “10 maiores explosões ocorridas na Terra e no Universo de forma natural ou provocadas pelo homem

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s