Réplica do Rio Nilo é encontrada em lua de Saturno

Rio e delta

A sonda espacial Cassini detectou o que parece ser uma versão extraterrestre do rio Nilo.

Trata-se do vale de um rio e seu delta localizado em Titã, uma das luas de Saturno.

O rio extraterrestre estende-se por mais de 400 km, da nascente até um mar.

É a primeira vez que imagens revelaram um sistema de rio com esta dimensão, com uma resolução tão alta, em um lugar fora da Terra.

Falhas geológicas

Réplica do Rio Nilo é encontrado em lua de Saturno

Os cientistas deduziram que o rio está cheio de líquido porque ele aparece escuro na imagem ao longo de toda a sua extensão – em uma imagem de radar de alta resolução, como esta, isso indica tratar-se de uma superfície lisa.

“Embora existam alguns meandros locais curtos, a linearidade relativa do vale do rio sugere que ele segue o rastro de pelo menos uma falha, semelhante a outros grandes rios que correm para a margem sul deste mesmo mar de Titã,” disse Jani Radebaugh, membro da equipe da Cassini.

“Tais falhas – fraturas nas rochas de Titã – podem não implicar tectônica de placas, como acontece na Terra, mas ainda assim podem levar à abertura de bacias e, talvez, à formação de mares gigantes,” completou.

O “rio Nilo” de Titã, o único mundo conhecido até agora que possui líquidos em sua superfície.[Imagem: NASA/JPL/Caltech/ASI]

Luas promissoras

Titã é o único mundo que conhecemos que possui líquido estável na sua superfície. Enquanto na Terra temos o ciclo da água, em Titã ocorre um ciclo equivalente, envolvendo hidrocarbonetos, como o etano e o metano.

Imagens de luz visível das câmeras da Cassini no final de 2010 revelaram regiões que escureceram após chuvas recentes.

A mesma sonda Cassini confirmou, em 2008, a presença de etano líquido em um lago no hemisfério sul de Titã, conhecido como Ontario Lacus.

Em 2009, foi a vez da confirmação da existência de nuvens que seguem um padrão climático.

Esta série de descobertas levou os cientistas a levantarem a hipótese de que a vida fora da Terra poderá ser encontrada em luas de planetas extrassolares.

Mundo em movimento

“A imagem de radar deste rio, captada pela Cassini, fornece outra foto fantástica de um mundo em movimento, que foi sugerido a partir das imagens de canais e valas visto pela sonda Huygens enquanto ela descia à superfície da Lua em 2005,” disse Nicolas Altobelli, outro cientista do projeto.

A missão Cassini-Huygens é um projeto de cooperação da NASA, ESA e ASI, a agência espacial italiana.

A Cassini também detectou “ingredientes da vida” em outra lua de Saturno, Encélado, além de oxigênio em Reia.

Fonte: I.T.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s