Finalmente um sinal da Matéria Escura?

Áxions

Astrônomos detectaram um sinal vindo do céu no espectro de raios X que é compatível com a proposta de algumas teorias sobre os sinais que seriam emitidos pelas partículas formadoras da matéria escura.

O sinal é compatível com a assinatura que seria gerada por áxions, uma das muitas partículas hipotéticas propostas como sendo as constituintes da matéria escura.

Embora os astrônomos acreditem que a matéria escura represente 85% da matéria do Universo, ela não é diretamente observável, e sua existência é proposta com base na atração gravitacional que mantém as galáxias coesas – algo que a matéria das estrelas e planetas e demais corpos celestes não seria suficiente para gerar.

Existem dezenas de propostas de partículas hipotéticas, cada uma com suas próprias características, que poderiam ser as constituintes da matéria escura – além dos áxions, as mais faladas são os neutrinos estérios e as WIMPS. Há poucos dias foi detectada uma outra partícula, chamada bulbulon, que veio se somar a essa lista.

Finalmente um sinal da Matéria Escura?

Esquema (fora de escala) mostrando os hipotéticos áxions (azul) vindos do Sol, convertidos em raios X (laranja) pelo campo magnético da Terra (vermelho), e finalmente detectados pelo observatório XMM-Newton. [Imagem: University of Leicester]

Fundo de raios X

George Fraser e seus colegas da Universidade de Leicester detectaram os sinais reavaliando praticamente todos os dados coletados até agora pelo telescópio XMM-Newton, que está há quase 15 anos no espaço.

“O fundo de raios X – o céu, depois que as fontes brilhantes de raios X são removidas – parece igual para onde quer que você olhe. Entretanto, nós descobrimos um sinal sazonal nesse fundo de raios X que não tem uma explicação convencional, mas é consistente com a descoberta dos áxions,” disse o professor Andy Read, membro da equipe.

“Parece plausível que os áxions – candidatos a partículas da matéria escura – sejam de fato produzidos no núcleo do Sol e efetivamente sejam convertidos em raios X no campo magnético da Terra,” teorizam os pesquisadores em seu artigo.

Com tantas propostas diferentes para tentar explicar a matéria escura – o que inclui sabores misturados e evaporação quântica- não é de admirar que os resultados tenham sido recebidos com certo ceticismo pela comunidade científica – a expressão chave parece ser “se for confirmado”.

Contudo, como todas as propostas de observação – e confirmação – da matéria escura até hoje falharam, há agora pelo menos um sinal de esperança na agenda dos astrofísicos.

Bibliografia:

Potential solar axion signatures in X-ray observations with the XMM-Newton observatory
G. W. Fraser, A. M. Read, S. Sembay, J. A. Carter, E. Schyns
deteccao-axions.jpg
Vol.: 445 (2): 2146-2168
DOI: 10.1093/mnras/stu1865
http://www.ras.org.uk/

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s