Campeão de astronomia fará Enem para estudar engenharia aeroespacial

Romero Moreira, de 17 anos, vai fazer o Enem para estudar engenharia aeroespacial na UFMG (Foto: Arquivo pessoal/Romero Moreira)O adolescente Romero Moreira Silva, de 17 anos, tem medos pouco recorrentes para a maioria dos vestibulandos: enquando os estudantes costumam ver a matemática como bicho de sete cabeças, é em matérias como literatura que o jovem de Itabira, em Minas Gerais, diz ter mais obstáculos. Fera em exatas, Romero já conquistou 14 medalhas em olimpíadas do conhecimento. A mais recente, de ouro, ele ganhou como integrante da equipe brasileira na Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astrofísica, em Montevidéu, no Uruguai.

Mas na reta final do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), o jovem tenta conciliar os estudos na escola e para as olimpíadas com o cursinho pré-vestibular para o exame do MEC, que ele vai fazer nos dias 8 e 9 de novembro.

“Eu também estou estudando para a escola, é final de ano e tem bastante trabalho para entregar. Mas, além da olimpíada, o principal é o Enem”, explicou ele ao G1. “É o Enem que vai me permitir uma chance de estudar o curso que eu quero.”

Nos últimos anos, Romero diz já ter participado de quase 20 olimpíadas de astronomia, matemática, física e geografia. “Acho que a que me deu mais oportunidade foi a de astronomia. Ela e a de matemática, por causa dos cursos que consegui. E a de astronomia pela oportunidade de poder competir fora do Brasil”, explicou ele, que fez sua primeira viagem internacional para a competição latino-americana no Uruguai, que terminou no dia 16 de outubro.

“Adorei [a viagem], troca de culturas foi muito enriquecedora”, disse.

O plano de Romero passa inevitavelmente pelo Enem: sua primeira opção de curso superior é engenharia aeroespacial na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que aderiu ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e usa a nota do exame para selecionar os alunos. Na edição de 2013, que ele fez como treineiro, Romero diz que já conseguiu uma vaga no curso.

“A nota de matemática acho que ajudou muito”, revelou o jovem. Neste ano, ele aproveita as aulas do cursinho preparatório para o Enem para estudar as matérias de humanas, já que o estudo de exatas já faz parte do seu cotidiano na preparação para as olimpíadas.

“Eu faço exercício de tudo [no cursinho], mas o que gosto de focar mais é nas matérias de humanas, na de redação”, disse Romero. “Na área de literatura talvez eu tenha ponto fraco.”

Dica de matemática

Romero Moreira e os estudantes  Brasileiros na Sexta Olaa. — com Carolina Lima Guimarães, Wagner Rodrigues, Lucas Hagemaister e Rafael Charles Heringer Gomes, na última Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astrofísica (Foto: Julio Klakke/Divulgação/OLAA)Romero Moreira e os estudantes Brasileiros na Sexta Olaa. — com Carolina Lima Guimarães, Wagner Rodrigues, Lucas Hagemaister e Rafael Charles Heringer Gomes, na última Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astrofísica (Foto: Julio Klakke/Divulgação/OLAA)

A rotina do jovem mineiro é pesada: as manhãs ele passa no colégio, onde aproveita as aulas para aprofundar nos temas que estuda para as olimpíadas. A tarde é dedicada aos trabalhos da escola e estudos para as olimpíadas. À noite, Romero frequenta o cursinho.

Muitas vezes, os compromissos extra-curriculares acabam afetando os acadêmicos. Na semana passada, por exemplo, ele participou de uma etapa da olimpíada de física para estudantes de escola pública. “Acaba que eu tive que sacrificar a escola um pouquinho”, explicou ele.

Mesmo assim, ele diz que consegue dar conta do recado, e ainda divide um truque para os candidatos do Enem que estão preocupados com a prova de matemática. Segundo Romero, um dos segredos da tranquilidade está em manter a confiança no sucesso. “Antes de tudo é bom manter a calma e não se dar por vencido. Você tem que sempre tentar esquadrinhar [olhar de maneira minuciosa] um pouco mais qualquer obstáculo que você tiver de vencer, porque isso ajuda muito”, explicou ele.

Na hora de tentar entender o problema pedido nas questões, ele diz que a calma também ajuda. “Ajuda olhar com um pouco mais de calma, tentar olhar com novos olhos. Prestar bastante atenção na memória para lembrar das coisas.”

Fonte: G1

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s