Origem da matéria orgânica em amostras lunares

Astronaut Alan L. Bean, Lunar Module pilot for the Apollo 12 lunar landing mission, holds a Special Environmental Sample Container filled with lunar soil collected during the extravehicular activity (EVA) in which Astronauts Charles Conrad Jr., commander, and Bean participated. Connrad, who took this picture, is reflected in the helmet visor of the Lunar Module pilot.

YARA LAIZ SOUZA – Uma pesquisa financiada pela Nasa revelou um mistério referente às missões Apollo à Lua: a origem da matéria orgânica encontrada em amostras lunares.

As amostras do solo lunar trazidas pelos astronautas da Apollo contém baixos níveis de matéria orgânica na forma de aminoácidos. Certos aminoácidos são os blocos de montar das proteínas, moléculas essenciais utilizados pela vida para construir estruturas como cabelo e pele e regular reações químicas.

A superfície lunar é completamente inóspita para as formas de vida conhecidas e os cientistas não acham que a matéria orgânica veio de alguma forma de vida na Lua. Em vez disso, eles arriscam quatro fontes possíveis:

  1. Uma vez que os vestígios de vida estão em toda parte na Terra, os aminoácidos poderiam ser simplesmente contaminação proveniente de fontes terrestres, tanto do material levado à Lua pela missão, quanto por contaminação introduzida enquanto as amostras estavam sendo tratadas na Terra;
  2. Os gases de escape dos módulos do foguete lunar contém moléculas precursoras para a construção de aminoácidos. Esta contaminação pode produzir aminoácidos durante a análise da amostra lunar no laboratório;
  3. O vento solar – que é uma fina corrente de gás eletricamente condutora soprada da superfície do Sol – contém os elementos utilizados na construção de aminoácidos. Assim como a contaminação de escape do módulo lunar, o material do vento solar poderia produzir aminoácidos;
  4. Reações químicas dentro de asteroides podem fazer aminoácidos. Fragmentos de colisões de asteroides ocasionalmente caem na Terra como meteoritos, trazendo seus aminoácidos extraterrestres com eles. A superfície lunar é frequentemente bombardeada por meteoritos e poderia ter aminoácidos de asteroides também.

E ai, qual a sua opinião? Veja mais no site da Nasa.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s