Estudo questiona métodos de datação de impactos

zircon_cropped_uwisc-mad.jpg.452x0_q85

YARA LAIZ SOUZA – Um estudo sobre o zircão, um material geológico caracterizado por guardar traços do seu ambiente, questionou os métodos de datação de choques de meteoros na Terra. O estudo mostra que as evidências nesses tipos vigentes de datação são limitadas. O trabalho foi publicado pela Universidade de Wisconsin-Madison.

Os cientistas usaram zircões encontrados na cratera Vredefort, na África do Sul, onde a colisão de meteoros, segundo estudos anteriores, aconteceu há 2 bilhões de anos atrás. O zircão mostrou sinais de choque do impacto. Porém, o resultado com o zircão mostrou uma data diferente para a idade estimada do choque. Essa situação levou à afirmação de que a medição da idade do zircão em crateras de impacto pode estar diretamente correlacionada com o tempo de impacto.

O estudo foi publicado na revista Geology e financiada pela Nasa.

Fonte: Astrobiology Nasa

Advertisements

2 thoughts on “Estudo questiona métodos de datação de impactos

  1. Pingback: Definitivamente, Marte é um planeta Terra frustrado | Livres Pensadores.net

  2. Pingback: Definitivamente, Marte é um planeta Terra frustrado - Amazonas Atual

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s