Ecossistemas microbianos como janelas para a Terra primitiva

IMG_3126-680

YARA LAIZ SOUZA – A Escola Resentiel de Ciências Marinhas, da Universidade de Miami (UM), forneceu um resultado interessante sobre o trabalho envolvendo o crescimento e estrutura de recifes microbianos raros, os chamados estromatólitos. Eles são considerados grandes janelas para o surgimento e evolução da vida na Terra. Foram três anos de coletas de dados para mapear uma das poucas comunidades de estromatólitos do mundo, resultando num mapeamento que revelou características ainda não conhecidas pelos pesquisadores.

Estromatólitos são acúmulos de calcário semelhantes a recifes de corais. Os estromatólitos analisados ficam localizados em Shark Bay, na Austrália Ocidental. Através da atividade de microorganismos, sobretudo as cianobactérias, há uma acumulação de grãos que resultam numa precipitação de cimento. Alguns restos fossilizados de estromatólitos registraram o surgimento muito precoce da vida, cerca de 75% mais cedo do que imaginávamos. Os micróbios que participaram da formação dos primeiros estromatólitos geraram o oxigênio na atmosfera em quantidade suficiente para permitir a evolução de organismos superiores e até mesmo dos seres humanos.

“Os estromatólitos em Shark Bay são laboratórios vivos espetaculares que devem ser estudados como o melhor sistema microbiano do mundo”, comenta a professora Pamela Reid, co-autora do estudo. Apesar da importância e abundância na Terra primitiva, estromatólitos são raros no mundo de hoje e pouco compreendidos. Os de Shark Bay se formaram em um ambiente muito salgado.

Os resultados revelaram oito distintas ‘províncias de estromatólitos’, cada uma caracterizada distintamente uma da outra e algumas dessas características eram totalmente desconhecidas pelos pesquisadores. Esses resultados alteraram o modelo antigo de estromatólitos dando importância para a precipitação mineral na sua formação.

As novas descobertas sobre diversidade morfológica entre as comunidades microbianas e a precipitação mineral dos estromatólitos de Shark Bay indicam a importância desse sistema como uma janela para o conhecimento da Terra primitiva. Eles são capazes de fornecer pistas e evidências para reconstruir ambientes antigos e compreender como os primeiros micróbios interagiam com esse ambiente, além de dar grandes passos para elucidar o enigma da vida na Terra.

Via: Universidade de Miami

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s